HL7™ - Modelos de Dados e Interoperabilidade

FHIR – Arquiteturas de Implementação

 

FHIR – Arquiteturas para Implementação

 


 

Um grande equívoco sobre o HL7® FHIR® é dizer simplesmente que o FHIR® é um novo padrão que tem como objetivo definir um novo formato para a representação de dados em saúde e que está sendo cada vez mais implementado.

 

Embora seja verdade que o setor de saúde está adotando rapidamente o FHIR®®, o entendimento sobre FHIR®® exclusivamente da perspectiva de que ele é apenas um novo formato para representar dados de saúde, causa limitação no impacto que ele pode trazer para o design de novas soluções para a assistência médica.

 

Existem muitos novos recursos atraentes e poderosos que o FHIR®® oferece aos arquitetos de software, e entendê-los é fundamental para construção de robustas soluções e produtos com o FHIR®.

 

O FHIR®, fundamentalmente, é uma “especificação de plataforma” que oferece soluções para os desafios mais comuns encontrados pelos implementadores e padronizadores de dados em saúde, seja na definição, gerenciamento, compartilhamento e uso dos dados clínicos, nos mais diversos e complexos contextos dos domínios da saúde.

 

O núcleo de desenvolvimento do HL7® FHIR® tomou decisões bastante importantes para o projeto FHIR®, e estas, o tornaram um enorme passo para quem trabalha com dados de saúde.

 

Neste artigo vamos analisar maneiras pelas quais o FHIR® pode ser usado como “Padrão de Arquitetura” e ao final desta leitura, teremos o entendimento de que o FHIR® não apenas suporta os desafios da interoperabilidade mais comuns, mas também oferece especificações de plataforma e outras características muito interessantes.

 

O FHIR® ‘abre as portas’ para a inovação em saúde digital através de soluções inteiramente novas, modernas, flexíveis e adaptáveis.

 

Algumas arquiteturas para implementar FHIR® são descritas no artigo.

 

 

Download PDF: Padrões de Arquiteturas para Implementação do FHIR